Adoção de tecnologia em canteiros de obras deve ser gradual

Seminário Técnico Semana das Tecnologias Integradas também apresentou soluções para tratamento de resíduos e para a área de mineração

Superar níveis de qualidade e funcionalidade de produtos e serviços é um desafio que requer a quebra de paradigmas e constante disposição para mudanças comportamentais no ambiente corporativo. Quando essas mudanças atingem o canteiro de obras, diversas variáveis devem ser levadas em conta, entre as quais: adoção de novas metodologias de trabalho, medo e resistência de quem ficará a cargo da operação direta das novas tecnologias no dia a dia da empresa e barreiras de linguagem.

A avaliação é da gerente geral da subsidiária da MOBA no Brasil -  empresa de origem alemã, que há mais de 40 anos desenvolve componentes e sistemas integrados para automação de equipamentos móveis-, Patrícia Herrera, que pondera, no entanto, não ser conveniente implantar tais mudanças já a partir de um nível high-tech. “O recomendável é iniciar o processo usando tecnologias intermediárias e, aos poucos, ir preparando a transição, até atingir níveis elevados de automação industrial, por meio de projetos de tecnologia embarcada”, explica em seminário no Sobratema Summit, durante a Semana das Tecnologias Integradas para Construção, Meio Ambiente e Equipamentos.

De acordo com a executiva, o operador da nova tecnologia é quem precisa ser ouvido, ter suas dúvidas sanadas e ser conscientizado do valor agregado proporcionado pelas novas ferramentas incorporadas. “A partir daí, a empresa pode planejar um upgrade de sistemas, acompanhando a absorção de tecnologias simples, para então atingir níveis de automação semelhantes aos desenvolvidos em corporações que hoje são referência no mundo”, conclui. 

PATROCINADORES

cota ouro

cota bronze

EVENTOS PARTICIPANTES

  • Realização
  • Local
  • Parceria
  • *
Home